Stacks Image 321
Stacks Image 331
Stacks Image 325
* Tetrahedron / Fire
* Octahedron / Air
* Cube / Earth
* Icosahedron / Water
* Dodecahedron / Celestial Realm
Stacks Image 329
“Truth is ever to be found in the simplicity, and not in the multiplicity and confusion of things.” Isaac Newton. Artwork by Becker-Hagens. The Cube (Earth) is the element Carbon; Icosahedron (Water which mass is 88% Oxygen) is Oxygen; the Tetrahedron (Fire) is Hydrogen; the Octahedron (Air is 78% Nitrogen) is Nitrogen, and the Dodecahedron (listed as Gaia or sometimes referred to as Spirit) is the Aether.
Stacks Image 323
Stacks Image 317
Stacks Image 319
Stacks Image 273
The alchemical process of an element always goes from earth to water (with digestion), from water to air (with distillation), and from air to fire (with calcinations ).
Stacks Image 271
Stacks Image 269
Stacks Image 267
Stacks Image 263
Water is our blood which contains 85% of the salt in the human body. In a way, our blood has similarities to ocean water. Fire manifests as the body heat that arises from glucose produced by the liver. Earth is the solid body—the bones and flesh. Air fills our lungs. Spirit animates all of the elements into the living being you are.

You need the Elements of earth, air, water and fire to create a vessel for the spirit to reside.

The pentagram is the representative blueprint for life, and the pentagram represents the Goddess.

You will notice that the pentagram is in the shape of a human—and more than that, it represents the Sacred Feminine. Our ancestors understood that life came from the Sacred Feminine. We are all born from mothers. Woman is the place where life is created. So if you’re a woman be proud of the fact that you are a representative of the Goddess.
Stacks Image 275
Stacks Image 277
Stacks Image 279
Stacks Image 285
EAST SIDE
JUDAH-Lion

WEST SIDE
EPHRAIM-Bull

NORTH SIDE
DAN-Eagle

SOUTH SIDE
RUEBEN-Man
Stacks Image 289
Stacks Image 291
Stacks Image 283
Stacks Image 287
Stacks Image 293
Stacks Image 295
Stacks Image 299
Stacks Image 301
Stacks Image 305
Vejamos uma síntese do seu funcionamento. Começando no lado esquerdo do ponto Sul (para o Hemisfério Sul) sentido anti-horário:

Começamos com a Lua do Inverno de 21/06 a 21/7. Seu animal é o Ganso Polar. Ela lhe ensina a ser claro, adaptável, fluente, prudente e sábio.

A Lua da Germinação, de 22/7 a 22/08, tem por animal a Lontra. Ajuda a desenvolver habilidades físicas, a descobrir talentos, a ter coragem, a ser humanitário e a cultivar a sua face suave e gentil.

A Lua dos Grandes Ventos, de 23/08 a 22/9, tem por animal o Puma. Ensina sobre a sua sensitividade, seu anseio por espiritualidade, sua hesitação em expressar sentimentos, sua necessidade de pisar na Terra.

A Lua da Primavera de 23/9 a 22/10, tem por animal o Falcão Vermelho. Ensina sobre a energia, a intensidade, a catalisação de mudanças, a audácia e o otimismo.

A Lua da Fertilização, de 23/10 a 21/11, tem por animal o Castor. Ensina sobre a perseverança, a paciência e a praticabilidade.

A Lua do Florescimento, de 22/11 a 21/12 tem por animal o Cervo. Ensina sobre a própria beleza, a beleza dos outros e do meio ambiente, sobre suas próprias habilidades curativas.

A Lua do Verão de 22/12 a 19/01. Tem por animal o Pica-Pau. Ensina sobre a lei dos relacionamentos, sobre a família maternal e a nutrição, sobre a importância das emoções.

A Lua da Primeira Colheita de 20/01 a 18/02. Tem por animal o Esturjão. Ensina a trabalhar com o centro do coração, a demonstrar afeição, a encarar temores, a desenvolver a capacidade de liderança.

A Lua Brilhante de 19/02 a 20/03. Tem por animal o Urso Marrom. Ensina imparcialidade, decisões justas, bom senso, perseverança, confiança e habilidade para analisar.

A Lua do Outono, de 21/03 a 19/04. Tem por animal o Corvo. Ensina como mostrar afeição física e como ser confortável na Terra e no Céu. Dá entendimento dos seus relacionamentos com grupos.

A Lua da Ultima Colheita, de 20/04 a 20/05. Tem por animal a Cobra. Ensina sobre a extensão da sua própria energia, sobre sua habilidade para criar mudanças, sobre a curiosidade e desejo de verdade.

A Lua das Noites Longas de 21/05 a 20/06. Tem por animal o Alce. Ensina a força mental, os relacionamentos, os ensi­namentos, a comunicação.

Agora só faltam os quatro caminhos, espirituais de cada quadrante para completar toda a Roda Medicinal. São os caminhos formados por cada carreira de três pedras que partem dos quatro pontos cardeais, dos espíritos guardiões, em direção ao centro do círculo. São as qualidades/virtudes que devemos desenvolver para retomarmos ao Centro da Vida, ao Criador. São elas:

Ca­minho Espiritual do Sul: Limpeza, Renovação e Pureza.
Caminho Espiritual do Leste: Clareza, Sabedoria e Iluminação.
Caminho Espiritual do Norte: Crescimento, Confiança/Fé e Amor.
Caminho Espiritual do Oeste: Experiência. Introspecção e Força
Stacks Image 307
Stacks Image 309
Stacks Image 311
LESTE

Elemento: Fogo
Cor: Amarelo
Corpo: Espiritual
Sol
Masculino
Dia
Visão/ Observação à distância
Observar antes de investir energia
Águia/ Condor/ Serpente/ Gavião/ Falcão


O primeiro é o LESTE que é o Sol, a energia do dia, a energia masculina, cujo elemento é o fogo que força ao espírito.

O animal é a águia, condor, gavião, falcão, a coruja branca. A águia é a clareza, a visão, o objetivo e o foco. Ela voa e, antes de se envolver em qualquer situação, temos que olhar bem, ter certeza absoluta de que é aquilo que queremos. A águia escolhe sua presa e faz um mergulho seguro. Ela nos ensina uma lição: primeiro se afaste da situação para visualizá-la.



OESTE

Elemento: Ar
Cor: Preto
Corpo: Mental
Lua
Feminino
Noite
Instrospecção/ Análise/ Avaliação
Preparação interior/ Confrontar os limites
Perceber as barreiras e os sabotadores mentais
Ursa Negra/Lagarto/Tatu/Morcego


O segundo movimento é o OESTE, onde está a Lua, a energia da noite, a energia feminina. O elemento é o ar que dá força à mente. Uma qualidade do ar é que ele fica preso ao peito, cujo centro é ocupado pelo coração.
O animal é a ursa negra, a coruja, o morcego, o tatu e a pantera. A introspecção, a ursa negra, é a professora dessa direção. Os ursos, quando entram em período de hibernação, eles ingerem tudo que gera gordura para que, nesse período, tenham os nutrientes necessários para, quando acordarem, tenham a capacidade de ainda buscar alimento.
Sua lição: mostrar a necessidade de se preparar para seguir um caminho, enfrentar os medos traumas, limitações, tudo que o está impedindo no seu processo. Enfrentamos nossos demônios, nossas sombras, nossos padrões e aprendemos a enxergar isso. Há animais que circulam de LESTE a OESTE, como o lagarto.


SUL

Elemento: Água
Cor: Vermelho
Corpo: Emocional
Criança
Brincar/ Autenticidade/ Pureza
Deixar máscaras e rótulos/ Conectar com a verdadeira essência
Livre arbítrio/ Reconhecer Deus dentro de mim
Coiote/Lobo/ Onça/ Lontra/ Esdquilo/ Golfinho


O terceiro movimento encontra-se no SUL, onde se localiza a energia da criança.

O elemento é a água que dá força ao coração, ao plano emocional.

Os animais são: o lobo, o coiote, a lontra, o golfinho. Animais brincalhões. É onde se vai descobrir o nosso potencial, o que se precisa fazer para assumir sem medo. É o momento de quebrar rótulos, romper paradigmas. O que se quer ser? Se é resultado do pensamento dos amigos, dos pais, da sociedade, dos outros, ou se quer ser resultado do seu próprio mental?

O Sul é o lugar onde se joga uma pedra no espelho e se vê as várias fases que de somos feitos para, no meio delas, descobrir a nossa face essencial. Qual delas é o EU SOU? Temos acesso, portanto, à autenticidade, ao nosso potencial. Assume-se, no Sul, aquilo de que se gosta, aquilo que se quer pra si mesmo: nossos verdadeiros talentos.


NORTE

Elemento: Terra
Cor: Branco
Corpo: Físico
Segurança/ Determinação/ Firmeza/ Respiração/ Concretização
Acreditando no potencial/ Tornando lei meu direito de ser feliz
Búfalo Branco/ Alce/ Touro /Cavalo

O quarto movimento é o do NORTE, a energia do sábio/velho.

O elemento é a terra que dá força ao físico/corpo.

Os animais são o alce, o búfalo, o cavalo, o gamo “animais que caminham fixo nas quatro patas”. É onde se aprende a ser seguro, andar em segurança. É o momento onde se sabe o que se quer, sabe-se quem se é, se está pronto para dar o mergulho da águia, atingir o nosso objetivo. Aí, circula-se e aprende-se com os professores - com várias características sutis: um gesto, um amigo, um erro, um acerto, uma planta, um pássaro, um mestre.

Sabe-se o que se quer e aprende-se a se preparar para o mergulho da águia - ir para o leste e depois circular. Estar sempre aprendendo com essas direções.